Rumo a vitória!

afranio-lino-e-elson-e-janaina
afranio-lino-e-elson-e-janaina

Liderados pelos professores, Elson Pereira, candidato a prefeito e Lino Peres, candidato a vice, partidos e organizações que compõem o campo democrático e popular em Florianópolis (PSOL, PDT, PT, PCdoB, Rede, PSB, UP, UCB) se uniram para apresentar um programa de governo e disputar a eleição em novembro.

“Estamos unidos e reafirmando os princípios políticos que nos une e que serão a base do nosso programa de gestão para o Município: construir uma Florianópolis Verdadeiramente Democrática, Socialmente Justa, Estruturalmente Solidária, Ambientalmente Responsável e com Desenvolvimento Econômico e Social Pleno”, disse Elson Pereira. Segundo ele, nos últimos 24 anos, vem se alternando na prefeitura gestões diferentes da mesma elite econômica local, que no essencial, tiveram um único projeto político de exclusão social e degradação econômica e ambiental da Cidade.

Exemplo para o Brasil

Com esta formação, Florianópolis tem a maior frente reunindo os principais partidos de esquerda, na disputa para a prefeitura, entre as capitais do País. A última vez que houve uma composição semelhante, nas eleições municipais, foi em 1996, quando a chamada Frente Popular apoiou a candidatura do então vice-prefeito, Afrânio Boppré.

Será a terceira vez que Elson Pereira concorre a prefeito. Em 2012, ficou em quarto lugar com 14% dos votos. Na última disputa, em 2016, chegou perto do segundo turno ao atingir 20% dos votos.

“Há mais de 20 meses estamos construindo um rico projeto, de maneira conjunta e consensual, fazendo de Florianópolis exemplo para o Brasil pela capacidade de diálogo e entendimento entre as lideranças políticas, militância partidária e movimentos sociais”, analisa o vereador Afrânio Boppré (PSOL) que participou das conversas para a composição da coligação. Afrânio também fez questão de saudar e destacar, no processo de construção da Frente, o papel de todos partidos, em especial a “valorosa companheira” Janaína Deitos do PCdoB.